Av. Brasil, 694 - Centro Faxinal - Pr

prefeitura@faxinal.pr.gov.br

(43) 3461-8000

×

Prefeitura implanta tratamento de água no distrito de Nova Altamira e Vila Rural

Segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Última Modificação: 23/08/2021 18:04:21


Ouvir matéria

A Secretaria Municipal de Saúde de Faxinal, através da Vigilância Sanitária, com o apoio da Prefeitura Municipal, implantou um sistema inovador de tratamento de água no ponto de capitação (poço artesiano) do distrito de Nova Altamira (Faxinalzinho). O sistema também foi instalado na Vila Rural na última quinta-feira, 26, e contemplará centenas de famílias com água tratada. A qualidade da água do distrito já era uma preocupação antiga da atual administração, que em 2018 perfurou um poço artesiano para atender a demanda da comunidade.

O Prefeito de Faxinal, Ylson Álvaro Cantagallo, o Gallo, exaltou o projeto que visa atender centenas de famílias com água tratada.

“É mais um passo para o bem-estar e saúde da nossa gente, mais uma etapa de saneamento básico que passa a oferecer água tratada para a população de Nova Altamira e Vila Rural. Durante anos o distrito foi abastecido por uma mina d’água, não possuía tratamento e a falta de água era constante. Por isso em 2018 perfuramos um poço artesiano, agora, damos um salto ainda maior, que é o tratamento da água com qualidade e sem custos aos moradores. A próxima localidade que receberá esse tratamento será a Vila Imperatriz”, disse o prefeito.

De acordo com Michael Rodolfo Bento, da VISA Municipal, um dos responsáveis pelo projeto, a implantação de tratamento de água em Nova Altamira teve o total apoio do prefeito e também a participação dos secretários, de gabinete: Ylson Álvaro Cantagallo Filho; Fernando Decarle Campos (Saúde) e Vinícius Theodorovicz (Planejamento), que juntos colocaram em prática a realização de um sonho daquela comunidade.

“Foi um trabalho de equipe, uma satisfação enorme fazer parte da mudança na qualidade da água dessa região e na saúde da população. De início serão 700 pessoas sendo beneficiadas”, conclui Bento.

Vale ressaltar que a água de Nova Altamira já é monitorada há anos pela prefeitura, através do Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, do Ministério da Saúde (VIGIAGUA), com o apoio do laboratório de análises da 16ª Regional de Saúde (LAREN).

O sistema de tratamento é fruto de contrato firmado entre o município e a empresa, BRASÁGUA “Tratamento de Água e Afluentes do Brasil LTDA”, contrato esse que prevê que o serviço de tratamento de água tenha anotação de responsabilidade técnica (ART), ou seja, que um profissional habilitado possa responder por essa água. A empresa conta com profissionais responsáveis e possui registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, e Licença de Operação do Instituto Ambiental do Paraná. O tratamento da água será feito nas normas da PORTARIA GM/MS Nº 888, de 4 de maio de 2021.

ÁGUA SEM TRATAMENTO

O consumo de água contaminada ou sem tratamento pode dar origem a sintomas e algumas doenças, como, por exemplo, leptospirose, cólera, hepatite A e giardíase, por exemplo, sendo mais frequentes de acontecer em crianças entre 1 e 6 anos, gestantes e idosos, devido a alterações no sistema imune, podendo ser considerado um grave problema de saúde.

 Galeria de Fotos

 Veja Também