Av. Brasil, 694 - Centro Faxinal - Pr

prefeitura@faxinal.pr.gov.br

(43) 3461-8000

×

balano

Metade dos municpios do PR tem casos confirmados de dengue

Terça-feira, 19 de março de 2013

Última Modificação: 05/11/2018 14:11:07


Ouvir matéria

São mais de 11,2 mil casos, em 199 cidades. Nove pessoas já morreram por causa da doença desde agosto de 2012

Com 11.278 casos confirmados, a dengue já atinge 199 dos 399 municípios paranaenses desde o início deste ano. Em 32 cidades, a situação é de epidemia (com incidência maior que 300 casos por grupo de 100 mil habitantes). Outros 42 municípios estão em situação de alerta. Desde agosto de 2012, nove pessoas morreram por causa da doença. Os dados fazem parte do boletim semanal, divulgado nesta segunda-feira (18), pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Quatro municípios passaram a integrar a lista de cidades sob epidemia de dengue: Alto Piquiri, Perobal, Santo Antonio do Caiuá e Paranacity. Segundo a Sesa, essas cidades apresentam problemas quanto ao número de agentes de endemias, o que dificulta a mobilização da população quanto a medidas preventivas.

Mais da metade dos casos confirmados (51,8%) se concentram na faixa etária entre 20 e 49 anos. Em seguida, pessoas entre 50 e 64 anos respondem por 17,7% das confirmações. Em ambas as faixas etárias, o maior número de infectados com a doença é de mulheres.

Além dos quatro municípios mencionados, também vivem epidemia de dengue as cidades: Terra Rica, Santa Fé, Formosa do Oeste, Tamboara, Primeiro de Maio, Peabiru, Paranavaí, São Carlos do Ivaí, Fênix, Japurá Quinta do Sol, São João do Caiuá, Engenheiro Beltrão, Mirador, Itaúna do Sul, Alto Paraná, Inajá, Santa Mônica, Ivatuba e Nova Santa Rosa.

Redução

Em seis municípios - Paranavaí, Peabiru, São Carlos do Ivaí, Fênix, Quinta do Sol e Japurá –, a Sesa constatou a redução no número de pessoas contaminadas com a dengue. O maiores índices foram registrados em Fênix, onde o número de casos confirmados caiu de 415 em janeiro, para 23 em fevereiro. Em Peabiru, o número de pessoas com a doença despencou de 462 para 161.

Segundo o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, os seis municípios conseguiram reverter o quatro preocupante porque conseguiram sensibilizar a população e investir para controlar o mosquito. “Apesar da queda, a dengue é uma preocupação constante e o trabalho tem que ser intensificado”, disse.

Segundo a Agência Estadual de Notícias, órgão oficial de comunicação do governo do estado, o Paraná antecipou R$ 6,2 milhões em recursos do programa VigiaSUS para municípios que estavam em situação considerada crítica. Em seis das 22 regionais de saúde, estão sendo aplicadas “fumacês” (pulverização com vistas a extinguir o mosquito). Nesta semana, municípios de outras duas regionais devem receber os caminhões que fazem o fumacê.

 

Fonte: gazeta

 Veja Também