Av. Brasil, 694 - Centro Faxinal - Pr

prefeitura@faxinal.pr.gov.br

(43) 3461-8000

×

saúde

PR realizou 40% mais transplantes de órgãos em 2012

Terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Última Modificação: 05/11/2018 14:13:36


Ouvir matéria

Foram realizados 412 procedimentos no ano passado, ante 300 feitos em 2011

O número de transplantes de órgãos realizados no Paraná no ano passado aumentou 40% em relação a 2011. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (9) pela Secretaria de Estado da Saúde, 420 procedimentos foram realizados em 2012, entre transplantes de rim, coração, fígado e pâncreas. O balanço aponta ainda que o número de procedimentos vem aumentando desde 2010, quando 183 transplantes foram feitos no Paraná. Em 2011, foram 300.

Em 2012, foram realizados 276 transplantes de rins provenientes de doadores falecidos. Além disso, outros 173 transplantes de doadores vivos também foram feitos. O ano passado terminou ainda com a realização de 100 transplantes de fígado e de 26 de coração, além de 18 de pâncreas.

A diretora Central Estadual de Transplantes, Arlene Badoch, atribui o aumento no número de transplantes a três fatores principais: a capacitação permanente dos profissionais das Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes; a melhoria na captação e transportes de órgãos; e ao aumento significativo do número de doadores.

“A população tem demonstrado cada vez mais confiança no trabalho sério e transparente que a Central de Transplantes desenvolve em conjunto com os demais profissionais envolvidos em todo o processo”, disse a diretora, em nota publicada pela Agência Estadual de Notícias, órgão oficial de comunicação do governo do estado.

Um dos beneficiados pelo serviço foi Alessandro Peterson Morelli, submetido a um transplante de coração. Ele estava internado em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, e assim que houve um coração disponível na Central de Transplantes, Morelli foi transferido a Santa Casa de Curitiba, onde recebeu o novo órgão. “Foi um alívio, pois o tratamento a que era submetido só garantia quatro dias de vida e só viveria mais se fizesse o transplante”, disse o paciente, que ainda está em recuperação.

Ainda no ano passado, 64 órgãos para transplante foram transportados por aeronaves do governo do estado. Além disso, 78 pacientes foram levados também de avião para cidades onde os procedimentos seriam realizados.

Córneas

Mais de mil córneas foram transplantadas no Paraná em 2012, segundo a Secretaria de Saúde. Outras 798 córneas foram encaminhadas para outros estados do país. De acordo com Arlene Badoch, a fila para este tipo de transplante está zerada no Paraná desde 2011.

Também no ano passado o Paraná cedeu para outros estados 17 rins de doadores falecidos devido à ausência de compatibilidade com os receptores do Paraná. “Para que o transplante renal ocorra deve haver compatibilidade de HLA (Antígenos de Histocompatibilidade Humano), além da compatibilidade sanguínea”, ressalta a diretora da Central de Transplantes.

Fonte: gazeta

 Veja Também