Av. Brasil, 694 - Centro Faxinal - Pr

prefeitura@faxinal.pr.gov.br

(43) 3461-8000

×

Paran

Campanha de vacinao contra a gripe vai de 15 a 26 de abril

Quarta-feira, 10 de abril de 2013

Última Modificação: 05/11/2018 14:10:23


Ouvir matéria

Neste ano, governo do estado incluiu entre os grupos vacinados as mulheres que tiveram bebês até 45 dias antes da imunização e doentes crônicos

A campanha de vacinação contra a gripe no Paraná vai ampliar o grupo que será imunizado neste ano. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou nesta terça-feira (26) que as mulheres que tiveram bebê até 45 dias antes de tomar a vacina e doentes crônicos - com enfermidades respiratórias, cardíacas, renais, hepáticas, neurológicas, imunodeprimidos, com obesidade de grau três e transplantados - vão ser incluídos aos outros cinco grupos que já são vacinados todos os anos.

No total, a Sesa prevê que serão aplicadas 2,8 milhões de doses, 900 mil a mais que em 2012. A data também foi antecipada para diminuir a incidência da doença devido às temperaturas mais baixas que começam a ser registradas nos estados da Região Sul. “O Ministério ajustou isso para o Brasil inteiro. Nós pedimos muito que fosse antecipada a campanha. Vemos agora que a temperatura já está caindo e nem chegamos ao mês de Abril”, diz o superintendente de Vigilância em Saúde no Paraná, Sezifredo Paz.

Fazem parte dos que têm direito à vacina os idosos com mais de 60 anos (1.184.212 doses), gestantes (114.677), crianças com idade entre seis meses e um ano, 11 meses e 29 dias (229.353), trabalhadores de saúde (204.460), indígenas (14.571) e população do sistema penitenciário e cadeias públicas (35.970) – está incluído neste grupo a partir deste ano os presos em delegacias.

Paz diz que no ano passado, 80% do grupo que tinha direito a tomar a vacina foi imunizado. Neste ano, a meta é ultrapassar este índice, mas, com um maior número de doses no estado, não está descartada a possibilidade de que sobrem vacinas. “A gente definiu os grupos e talvez depois, se sobrar vacina, a gente vai fazer remanejamento das doses para definir quais outros grupos têm prioridade”, relata.

Medidas de prevenção

No Paraná, segundo o superintendente, há três frentes de prevenção e tratamento à gripe. Compõem o programa de enfrentamento à enfermidade a vacinação, medidas de prevenção – incentivo ao uso de álcool gel, lavar as mãos, manter ambientes ventilados – e a prescrição do oseltamivir aos pacientes com sintomas de gripe. “Se sentir os sintomas da gripe, vá ao hospital que lá será prescrito o medicamento oseltamivir. Isso tem sido muito importante na estratégia do Paraná de combate à doença”, finaliza Paz.

 

Fonte: gazeta

 Veja Também